sociedade

Sociedade
Maio 20, 2007 11:00 PM

Com a Escola que o Estado Novo impôs em Portugal, mais de 30% da população portuguesa era analfabeta em 1974. Em alguns países do Norte da Europa, o analfabetismo tinha sido erradicado no final do século XIX! Mas em Portugal a ignorância foi uma arma de um regime que censurava a informação e proibia as liberdades políticas.

Sociedade
Abril 28, 2007 11:00 PM

O núcleo de Vila Real de Santo António do Bloco de Esquerda recebeu um convite dos Presidentes da Câmara e Assembleia Municipais para intervir na sessão solene comemorativa dos 33 anos do 25 de Abril que se realizou no Centro Cultural António Aleixo. No entanto, em nenhum momento da Sessão o Presidente da Assembleia Municipal solicitou a intervenção do BE.

Sociedade
Fevereiro 20, 2007 12:00 AM

Cara e curta foi a festa de Carnaval promovida pela Câmara Municipal de Vila Real de Santo António: um desfile que ocupou o centro da cidade durante parte da tarde de domingo e ajudou a encher os estabelecimentos de cafetaria durante duas ou três horas. Ao fim da tarde, quando o centro da cidade já estava deserto, ainda restavam muitos foliões disfaraçados para a ocasião nas ruas de Ayamonte e os restaurantes dessa cidade fronteiriça estavam cheios com os turistas portugueses.

Sociedade
Fevereiro 10, 2007 12:00 AM

A partir de hoje deixará de haver mulheres a atravessar a fronteira de Vila Real de Santo António para fazer abortos em clínicas de Huelva ou Sevilha: o povo protuguês decidiu em referendo que essa prática deve deixar de sur punida como crime e que cabe ao Estado criar condições adequadas para essas intervenções médicas.

Sociedade
Janeiro 30, 2007 12:00 AM

O núcleo de Vila Real de Santo António do Bloco de Esquerda programou as seguintes acções de campanha pelo VOTO SIM no referendo sobre a despenalização do aborto.

Opinião

Lamentável que tantos organizadores, apresentadores, comentadores, tudo tão inteligente, tão in e prá’frentex, tenham olimpicamente ignorado o colonialismo e os crimes israelitas, mesmo nas barbas dos assassinatos que, na fúria do momento, estão despudoradamente a cometer sobre as martirizadas populações aprisionadas na faixa de Gaza. O pacóvio deslumbramento de quem pensa que também é gente só porque, lá de longe em longe, os donos disto tudo lhe dão um ossinho a roer, para que eles possam continuar a abancar-se com o porco do dinheiro e do poder, também ajudou bem a esta cegueira indesculpável.

É necessário, investir mais na melhoria dos serviços públicos e na promoção de uma cultura politica virada para a cidadania.  Exigir a manutenção do sector da água no Estado. Criar condições para o envolvimento e auscultação das populações, técnicos e empresários no processo de revisão do PDM que se avizinha. Lutarmos, pela  descentralização administrativa de competências para as autarquias que não ponham em causa as obrigações sociais do Estado  e um tratamento igual para todos os cidadãos, independente do município onde vivam e pela criação de novos mecanismos para que as assembleias municipais sejam capazes de poder cumprir a sua função fiscalizadora da actividade municipal. E retomar o processo de discussão da reorganização das freguesias, consultando as populações, através do referendo local.